Futebol ao vivo: Santos e Corinthians se enfrentam hoje

futebol online ao vivoA 12ª rodada do Campeonato Brasileiro traz o clássico paulista entre Santos e Corinthians, nesta quarta-feira, dia 7, na Villa Belmiro, em Santos. O jogo será transmitido ao vivo pela Globo, a partir das 21h50 (horário de Brasília), para São Paulo. Cléber Machado fica responsável pela narração da partida, que terá ainda comentários de Casagrande e Arnaldo Cezar Coelho.

clique para assistir futebol online ao vivo

O Peixe tenta se recuperar do amistoso com o Barcelona (em que o time catalão venceu por 8 a 0) e na tabela do Brasileirão. A equipe possui 12 pontos e ocupa atualmente a 14ª posição. Devido à disputa internacional realizada na última sexta, dia 2, que marcou a estreia de Neymar pelo timeespanhol, a partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro entre o alvinegro paulista e Náutico foi adiada. Já o Corinthians vem de uma vitória sobre o Criciúma (por 2 a 0) e é o 7º colocado, com 17 pontos.

GE
Anúncios

Após Sky, Fox Sports pode ter sinal liberado na Net em breve

https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120319175439.jpg

Após entrar no line-up da Sky na semana passada, o Fox Sports pode chegar à operadora Net muito em breve.

De acordo com a coluna Outro Canal, as negociações entre as partes estão bem adiantadas e eles até já se entenderam. Falta apenas assinar o contrato, o que pode acontecer nos próximos dias.

O fato de a Sky já ter fechado com a emissora esportiva apressou o entendimento com a Net.

Desde seu lançamento, no início de fevereiro, o Fox Sports vinha sofrendo para se inserir nas operadoras de TV por assinatura. Até então, só constava em empresas menores, atingindo cerca de 20% dos mais de 13 milhões de assinantes. Com a entrada do canal na Sky, seu sinal passa a atingir cerca de 60% do mercado de TV paga no Brasil.

Após se acertar com a Net, o Fox Sports estará de fora apenas da Claro TV entre as grandes operadoras. As conversas entre as duas já acontecem.

Vale lembrar que o canal detém os direitos exclusivos da Copa Libertadores da América.

NaTelinha

Após perder UFC, RedeTV! investirá pesado em novo evento de MMA

https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120323184112.jpg

Após perder o UFC (Ultimate Fighting Championship) para a Globo, a RedeTV! adquiriu um novo evento de MMA (Mixed Martial Arts) e investirá pesado nele.

Se trata do Amazon Forest Combat (AFC), que será realizado em Mananus no dia 31 de março.

Além de transmitir com exclusividade, a emissora irá exibir uma edição especial do “RedeTV! Esporte” sobre a competição.

O programa totalmente dedicado ao combate será apresentado diretamente de Manaus, também no dia 31.

A luta principal do evento será entre David Menne e o ex-campeão do UFC Murillo Bustamante

NaTelinha

Acesse o Novidades da TV

Não Fique Desinformado sobre Novelas, Filmes, Séries e tudo o que rola de bom na TV!

Acesse o Novidades da TV e confira: http://blogs.abril.com.br/novidadesdatv

Novidades da TV – O Melhor da TV para Você!

“Central da Copa” especial vai bem na audiência

Na noite da última terça (10), a Globo exibiu um “Central da Copa” especial, devido ao jogo da Seleção brasileira contra os EUA, que não foi transmitido pela emissora para não ter que alterar a sua programação.

No ar a partir das 23h30, o programa comandado por Tiago Leifert foi bem e garantiu média de 16 pontos à Globo. No horário, o SBT ficou com 10, a Record com 9 e a Band com 3 pontos.

Participaram do programa Caio Ribeiro, Galvão Bueno, Falcão, Arnaldo Cézar Coelho, Marcius Melhem e uma pequena plateia, que debateram sobre o jogo, exibiram matérias relacionadas e um compacto da partida.

NaTelinha

Larissa Riquelme participa do ‘Caldeirão do Huck’

 

A paraguaia Larissa Riquelme, musa da Copa do Mundo na África do Sul, entrou na campanha da Musa do Brasileirão do “Caldeirão do Huck”. A equipe do programa foi até Assunção gravar um vídeo com a morena convocando as mulheres a participar do concurso. Larissa brinca e diz que também está saindo candidata pelo Flamengo: “Sou flamenguista desde pequenininha”.

Tiago Leifert e Caio Ribeiro poderão ganhar programa em rede nacional na Globo

A Globo estuda a possibilidade de manter a dupla de sucesso do “Central da Copa”, formada pelo apresentador Tiago Leifert e o comentarista Caio Ribeiro, em rede nacional. Antes da Copa, os dois se encontravam na edição local para SP do “Globo Esporte”.

 
Caio RIbeiro ao lado de Tiago Leifert na edição paulista do “Globo Esporte”
Divulgação/TV Globo

Segundo o jornal Extra, a Globo pretende criar uma atração nos mesmos moldes do “Central da Copa”, focando, dessa vez, nas rodadas do Campeonato Brasileiro. O novo programa esportivo deverá ser exibido aos domingos por volta da meia-noite.

Em entrevista à publicação, Caio revelou que gostaria de trabalhar ao lado de Tiago em uma atração para todo o Brasil. “A gente gostaria de ganhar cada vez mais espaço em rede nacional. Tivemos muito prazer e uma resposta muito boa com esse trabalho. Mas deixo nas mãos do Tiago nosso futuro”, diz o ex-jogador, que tem contrato com a emissora carioca até 2011.

Fonte: Na Telinha

Rodrigo Scarpa fala da cobertura da Copa e do problema no último programa

  • Arquivo Pessoal/Rodrigo ScarpaRodrigo Scarpa posa ao lado de garotos sul-africanos durante cobertura da Copa (jun/2010)

Rodrigo Scarpa, o humorista que faz o repórter Vesgo no “Pânico na TV”, da Rede TV!, encerra esta semana a cobertura de sua segunda Copa do Mundo. Em entrevista ao UOL, Scarpa, que ainda está na África do Sul, fala dos 40 dias que passou no continente africano, da parceria com o colega de cena Alfinete e do problema técnico que aconteceu no último domingo (11), durante o programa ao vivo, que ficou em 2º lugar na audiência por 34 minutos não consecutivos.

UOL- Como foi a experiência de cobrir a Copa da África? Essa é sua segunda Copa, não é?

Rodrigo Scarpa – Sim, em 2006 na Alemanha também fui escalado pelo “Pânico” para cobrir o Mundial. Foi uma experiência fantástica. Nesses 40 dias aqui na África, além de estar junto com a torcida em momentos históricos da Copa, pude me envolver mais com a cultura, história e costumes sul-africanos. Estamos todos felizes aqui com os resultados e repercussão das matérias. Profissionalmente é muito gratificante poder ter mais uma Copa no currículo, e na terceira, pelo menos vamos economizar nas passagens!

UOL – O que você mais gostou nessa viagem? O que você tira de aprendizado?
Rodrigo Scarpa – Mesmo com as dificuldades, você deve erguer a cabeça e fazer um bom trabalho. Se virar com o que tem. Fizemos uma cobertura da Copa sem nenhuma ajuda da CBF, sem credenciais e conseguimos levar para o telespectador o clima das torcidas, os bastidores dos jogos do Brasil, a torcida contra a Argentina e, de quebra, ainda conseguimos colocar a faixa “Cala Boca Galvão” na transmissão da Globo e o Impostor conseguiu falar com o presidente Lula.

UOL – O Alfinete é um parceiro à altura do Ceará?
Rodrigo Scarpa – Não existe motivo para comparações. Todos nossos colegas têm sua importância no programa e carregam consigo suas virtudes. O Daniel [Alfinete] entende muito de futebol, além de ser um grande parceiro de criação nos bastidores. Gostei muito da nossa sintonia nas matérias, da mesma forma que sempre gosto de gravar com o Ceará, com o Bola e com qualquer integrante do programa.

  • Rodrigo Scarpa se disfarça de português em matéria para o “Pânico na TV” (25/6/10)

UOL – No programa de domingo (11), houve um problema no VT, bem no momento em que sua matéria estava no ar. O que ocorreu?
Rodrigo Scarpa – No domingo, gravamos a final da Copa e mandamos o material para São Paulo, que chegou minutos antes do programa começar. Por um problema técnico interno, não conseguimos exibir a matéria completa e, em alguns momentos, o material estava fora de sincronismo. Infelizmente isso pode acontecer em qualquer programa ao vivo. Na reprise, na próxima sexta-feira 16, iremos passar a matéria completa e sem problemas técnicos.

UOL – Você vai tirar férias após essa temporada no continente africano?
Rodrigo Scarpa – Essa semana volto para o Brasil e ganhamos férias na sequência. Já estou com saudades de todos os colegas do “Pânico” e da minha família. Se ficar mais um dia aqui, viro cidadao sul-africano. Quero minha cama!

UOL – Quais os novos projetos no retorno para o Brasil?
Rodrigo Scarpa – Nossas matérias dependem do factual, do que acontece no Brasil e no mundo. Estamos sempre procurando colocar todos os assuntos e notícias da semana inseridos no contexto de humor das nossas coberturas. Não conseguimos planejar com muita antecedência o que faremos. As ideias vão surgindo semanalmente.

UOL – Em uma das matérias do último programa, dia 11, você ficou preso dentro de um helicóptero de brinquedo. Aquilo foi uma “pegadinha” ou você, de fato, ficou preso?
Rodrigo Scarpa – Foi verdade! O helicóptero de brinquedo era muito pequeno e eu fui inventar de entrar. Quando coloquei a perna e os braços dentro dele, não consegui mais sair. Óbvio que uma cena dessas é prato cheio pro “Pânico”, que aproveitou pra tirar um sarro. O Alfinete nem se manifestou e deixou a cena cômica se estender, até que com muito esforço e ajuda das pessoas, consegui sair.

Fonte: Uol Televisão

Ronaldo estava no estúdio quando Fantástico falou de orgia de jogadores

Ronaldo ao lado de Zeca Camargo e Patricia Poeta (Reprodução)

Ronaldo ao lado de Zeca Camargo e Patricia Poeta (Reprodução)

Para piorar um pouco mais a gafe do Fantástico no domingo (11), Ronaldo Fenômeno estava no estúdio e chegou a ouvir a chamada da reportagem que falava de orgias sexuais de jogadores.

Então, o jogador presenciou o momento em que o programa da Globo exibiu trecho do e-mail enviado por uma cafetina contando detalhes de preferências sexuais dele e de Richarlyson, inclusive falando de fio-terra…

A frase de Patricia Poeta chamando a matéria foi: “Veja a seguir o relato de quem conhece o submundo do futebol”.

Fabíola Reipert – R7

A cada quatro telespectadores, três assistiram aos jogos da Copa na TV fechada pelo SporTV

O canal SporTV liderou com ampla vantagem o ranking de audiência entre as emissoras esportivas durante a realização da Copa do Mundo. De acordo com dados do Ibope, a emissora das Organizações Globo foi líder na TV paga e registrou audiência 283% maior que sua principal concorrente, a ESPN Brasil, 12ª no ranking de canais por assinatura.

De acordo com a coluna Outro Canal, durante as partidas da Copa, a cada cem telespectadores sintonizados nas partidas pela TV por assinatura, 76 estavam acompanhando a transmissão do SporTV. ESPN e Bandsports dividiam os outros 24 espectadores.

A supremacia do SporTV também foi verificada em dias sem jogos da Copa, quando chegou a registrar audiência quatro vezes maior que a da ESPN.

https://i1.wp.com/a1.twimg.com/profile_images/228763076/pequeno_normal.gif

SporTV transmite amistoso entre Amigos do Messi e Seleção do Mundo

Depois da Copa do Mundo na África do Sul, um time de craques entrará em campo novamente.

O SporTV transmitirá, com exclusividade, o amistoso entre os “Amigos do Messi” contra “Seleção do Mundo” na próxima quarta (14), às 22h.

A partida será no Panamá e na lista de possíveis convocados estão nomes como Neymar, Loco Abreu, Palermo, Verón, entre outros.

Logo após o amistoso, entra no ar o “SporTV News” ao vivo.

https://i1.wp.com/a1.twimg.com/profile_images/228763076/pequeno_normal.gif

Record desmente interesse em Nivaldo Prieto

Após inúmeros boatos que circularam pela imprensa ao longo das últimas semanas, a Record finalmente se pronunciou em relação à eventual sondagem que Nivaldo Prieto estaria sofrendo.

Segundo a coluna Canal 1, a emissora afirmou não ter interesse algum na transferência do narrador, que hoje está na Band.

O canal também afirmou que o movimento gerado para que tal fato se tornasse realidade não partiu de sua equipe.

https://blognovidadesdatv.files.wordpress.com/2010/07/pequeno_normal.gif?w=48

A polêmica envolvendo Ronaldo e Richarlyson…

Está circulando na internet trecho do e-mail de uma cafetina sobre preferências sexuais de jogadores, como Ronaldo e Richarlyson.

O e-mail apareceu em reportagem do Fantástico sobre orgias envolvendo jogadores de futebol.

Depois disso ter sido divulgado aos quatros ventos, o trecho falando dos jogadores teria sumido do site oficial do Fantástico.

Isso caiu como uma bomba no meio do futebol.

Pessoas ligadas a Ronaldo e Richarlyson já começaram a se manifestar nos bastidores.

Os dois não gostaram de ver seus nomes metido na história, claro.

A repercussão é imensa na internet.

A Globo diz que não se responsabiliza por imagens manipuladas.

Fabíola Reipert – R7

Globo tem menos ibope com Copa de 2010 do que em 2002

https://i0.wp.com/img.blogs.abril.com.br/1/novidadesdatv/imagens/redeglobo2.jpg

Dividir as transmissões da Copa de 2010 com a Band não foi um bom negócio para a Globo.

A audiência da emissora com o Mundial da África do Sul foi menor até do que com a Copa disputada na Coreia do Sul e no Japão, em 2002, transmitida no Brasil durante a madrugada, com exclusividade pela Globo.

Os 56 jogos da Copa de 2010 renderam à Globo média de 19,4 pontos na Grande São Paulo. Com a Copa de 2002, a rede teve 21,4 pontos de média.

A Band atingiu 5,3 pontos de média com o Mundial deste ano. Somadas, Globo e Band tiveram 24,7 pontos com a Copa de 2010. Sozinha, a Globo conseguiu mais em 2006: 26,4 pontos.

Cada ponto no Ibope da Grande São Paulo representa cerca de 60 mil telespectadores.

A Copa de 2010 foi marcada por uma aparente queda no interesse do telespectador pelo evento. O número de televisores ligados caiu (foi a 43,7%, contra 47,3% em 2006).

Além disso, a quantidade de aparelhos ligados e sintonizados em TV aberta também caiu. Durante os jogos, o percentual de TVs conectadas em DVD players e videogames subiu de 1,9% em 2006 para 2,9% em 2010. A “audiência” dos “outros canais” (conjunto de mais de 200 canais de baixa audiência, entre pagos, UHF e recebidos por parabólicas) foi de 2,8% em 2006 para 3,8% nesta Copa.

Assim, a participação da Globo no total de ligados (share), que foi de 75% em 2002 (quando a média de TVs ligadas era de 28,6%, menor do que agora, por causa do horário), caiu para 56% em 2006 e para 44% em 2010. Quando somadas as audiências de Globo e Band em 2010, a participação da Copa entre os televisores ligados empata com 2006.

A Copa de 2010 representou um espetacular crescimento para a Band. Sem os jogos, a emissora teve 0,5 ponto durante o Mundial de 2002 e 1,3 em 2006. O SBT, que marcava 3,4 pontos em 2002, atingiu 8 pontos em 2006 e caiu para 4,9 pontos em 2010, mesma audiência da Record (que marcou 4 em 2006 e 1 em 2002).

Daniel Castro – R7

Galvão Bueno anuncia que Copa de 2014 será a sua última como locutor

O narrador esportivo Galvão Bueno irá se aposentar. Durante a transmissão da final da Copa do Mundo, entre Espanha e Holanda, no último domingo (11), ele revelou que a Copa de 2014, no Brasil, será a última como locutor esportivo da Globo. “A Copa da África é a última que eu narro, fora do Brasil. O sentimento é de dever cumprido”.

Mais tarde, em um bate papo com Tiago Leifert, o jornalista voltou a tocar no assunto e disse estar satisfeito em ter feito a cobertura de dez Mundiais, sendo nove deles, diretamente do país sede. “A decepção da derrota para a Argentina em 90 foi muito forte, mas aquela final de 94 foi inesquecível. Aquela coisa maluca do Pelé puxando de um lado, o Arnaldo puxando do outro e a voz que já não vinha e gritava que acabou, que é tetra, uma coisa muito louca. E depois a volta por cima do meu querido amigo Ronaldo Fenômeno”, relembra.

Sobre a Copa de 2018, Galvão revelou que poderá até acompanhá-la de perto, entretanto, apenas como espectador. “A próxima Copa é no Brasil e depois, a outra, se pudesse falar como o nosso ex-presidente Jânio Quadros, eu diria o seguinte: Pode ser até que lá estarei, mas não trabalharei, apenas assistirei”, garante.

Galvão Bueno é locutor esportivo há mais de 35 anos. Começou na TV Gazeta, na cobertura da Copa de 1974, e depois acumulou passagens por Band, Rede OM (atual CNT) e Globo, para a qual se transferiu em 1981. No ano seguinte, Galvão se tornou o narrador número um da maior emissora do país, com a saída de Luciano do Valle. Narrou diversos eventos, como títulos mundiais de clubes, os tricampeonatos de Nelson Piquet e Ayrton Senna na “Fórmula 1” e o tetra e o penta da Seleção Brasileira.

https://i1.wp.com/a1.twimg.com/profile_images/228763076/pequeno_normal.gif

Final da Copa do Mundo garante audiência histórica na Espanha

A final da Copa do Mundo entre Holanda e Espanha, que deu o título de campeão para a “Fúria”, garantiu uma audiência histórica no país.

Cerca de 15.6 milhões de telespectadores estavam vendo a final da Copa em suas casas, bares ou restaurantes. Isso corresponde a 85.9% de audiência entre todas as emissoras da Espanha no momento da transmissão da partida.

A maior audiência registrada foi às 22h56 (horário de Madrid), quando cerca de 16.815 milhões de telespetadores estavam ligados na TV, o que representa 91% da audiência total.

No momento em que o jogador Casillas levantou a taça de Campeão da Copa do Mundo de 2010, o número chegou a 13.598.000 telespectadores.

Segundo o instituto que monitora os índices no país, com os dados já consolidados, a audiência das três emissoras que transmitiram a partida – Telecinco, Canal + e Canal + Liga –  foi de 20 milhões de telespectadores.

https://i1.wp.com/a1.twimg.com/profile_images/228763076/pequeno_normal.gif

Galvão Bueno diz que teve que se segurar para não criticar ainda mais a Seleção durante a Copa

O locutor esportivo Galvão Bueno revelou em entrevista à revista Isto É, que se segurou no ar para não criticar ainda mais a Seleção Brasileira e o trabalho desenvolvido pelo então técnico, Dunga, durante a Copa do Mundo, que terminou no último domingo (11) e teve a Espanha como campeão. “Conheço o Dunga há 27 anos. Acho que ele começou muito bem, caminhou bem e se perdeu inteiramente”, acredita.

Galvão ainda aproveitou para comentar os desentendimentos que o comandante da seleção teve com vários profissionais da imprensa, entre eles, Alex Escobar, da TV Globo. “Ele se alimentou de mais de uma coisa terrível na vida que se chama revanchismo. Ele se perdeu quando começou a brigar com todo mundo e a se alimentar das brigas”, diz Galvão, que ainda criticou o trabalho do auxiliar Jorginho e do supervisor técnico, Américo Faria.

https://i1.wp.com/a1.twimg.com/profile_images/228763076/pequeno_normal.gif

Aguinaldo Silva diz que Tiago Leifert é sem graça

http://itvibopedatv.files.wordpress.com/2010/01/aguinaldosilva-333-gnt-nota.jpg

Aguinaldo Silva, autor de novelas da Globo, criticou seu colega de emissora, o apresentador esportivo Tiago Leifert.

Em seu Twitter oficial, Aguinaldo disse: “Gente, onde arranjaram esse rapazinho louro e descontraído que comanda aquele debate na Globo depois dos jogos da Copa? Eu, hem..”.

Sobrou até para Paul, o polvo que acertava os resultados das partidas da Copa do Mundo, que terminou no último domingo (11) e teve a Espanha como campeã. “Aliás, não é só o rapazinho, tudo nessa Copa é sem graça… Mas o campeão da sem-gracice é tal do polvo”, escreveu.

https://i1.wp.com/a1.twimg.com/profile_images/228763076/pequeno_normal.gif

Ana Hickmann, Eliana e Gugu sofrem com final da Copa do Mundo

A exibição da final da Copa do Mundo, feita pela Globo e Band, que registraram 27 e 11 pontos respectivamente, tornou o domingo mais difícil para Ana Hickmann, Eliana e Gugu Liberato. As três atrações registraram baixos índices de audiência na tarde do último dia 11.


Divulgação/Record
Embora tenha sido o menos afetado, o “Tudo é Possível” fechou em baixa no Ibope. Foram apenas 6 pontos de média, contra 14 da Globo. Apesar disso, o programa de Ana Hickmann ocupou a vice-liderança isolada no ranking do Ibope. O SBT e a Band empataram em terceiro, com 5 pontos cada.
“Eliana”, por sua vez, foi a atração mais atingida no domingo com a final da Copa do Mundo. A média foi de 5 pontos, que posicionou o SBT na quarta colocação, sendo derrotado pela Record , que teve 6 pontos, Band, com 10 pontos, e Globo, que liderou com 25 pontos.

Divulgação/SBT
Por fim, o “Programa do Gugu” também sofreu com a Copa, porém, devido ao seu posicionamento na grade teve maior tempo para recuperar sua audiência. Gugu Liberato marcou 7 pontos de média com picos de 15, contra 8 da Band e 6 do SBT.
Esses índices são prévios e baseados na preferência de um seleto grupo de telespectadores da Grande São Paulo. Dados consolidados podem variar para mais ou menos pontos.

NaTelinha

Alex Escobar diz que não guarda mágoas de Dunga, mesmo após desentendimento com o ex-treinador da seleção

O jornalista Alex Escobar revelou, em entrevista ao repórter José Ilan, do blog Ilanhouse, que não sente mágoas do ex-treinador da Seleção, Dunga, com quem se desentendeu durante uma entrevista coletiva realizada após o jogo entre Brasil e Costa do Marfim, no dia 20 de junho.

“Fiquei dois dias bem chateado. Triste mesmo. Não fui para lá com essa intenção. Não ia nem fazer pergunta. Só Deus pode explicar o que aconteceu com ele. Mas o tempo cura tudo e hoje não guardo mágoa nenhuma do episódio. Se eu o encontrasse hoje, não teria o menor problema em cumprimentar o Dunga”, diz o jornalista, que pela primeira vez resolveu comentar o assunto na imprensa.

Apesar do desentendimento, Escobar aproveitou o espaço para elogiar o trabalho desenvolvido por Dunga à frente da Seleção. “Para se fazer justiça, acho que trouxeram uma seleção bem preparada fisicamente e ficamos para trás por um time bom que chegou à final”.

NaTelinha

Felipe Melo se diz injustiçado e não teme fama de “vilão”

O volante Felipe Melo concedeu entrevista ao Fantástico da TV Globo e comentou sobre a eliminação da Seleção Brasileira para a Holanda, após derrota por 2 a 1, nas quartas de final da Copa do Mundo. Na ocasião, o brasileiro se atrapalhou com o goleiro Júlio César no primeiro gol e foi expulso após dar um pisão no atacante Robben. No entanto, Felipe Melo nega que tenha havido maldade no lance e dipensa o rótulo de “vilão”.

“É muito fácil falar. Tenho um caráter e uma garra muito fortes. As pessoas confundem isso com ser mal caráter. Eu só tenho muita garra. Perdendo por 2 a 1, nada dava certo e naquela volúpia, fiz a falta e acabei expulso. Mas eu tenho muita experiência no futebol, se quisesse quabrar o Robben, eu quebraria. As pessoas só se lembram disso, eles apagam da memória os lances em que eu fui importante”, desabafou. O volante da Juventus contou que chorou muito após a derrota, mas que tem recebido o apoio das pessoas nas ruas, durante suas férias no Rio de Janeiro.

Espanha vence na prorrogação e é campeã pela 1ª vez

 

Em uma final marcada muito mais pelos lances violentos do que pelos bonitos, a seleção da Espanha coroou neste domingo o sucesso de uma geração ao vencer a Holanda, por 1 a 0, no Estádio Soccer City, e se sagrar pela primeira vez campeã do mundo. O herói do título foi Iniesta, que anotou o gol salvador aos 11min do segundo tempo da prorrogação. Mesmo antes do apito final, já era possível ver jogadores como Casillas e Piqué chorando muito em campo pelo feito que estavam alcançando.

» Veja fotos de Holanda x Espanha
» Dê a sua nota para os jogadores de Holanda x Espanha

A partida teve no total treze cartões amarelos e um vermelho distribuídos pelo juiz Howard Webb e lances de extrema violência, como uma entrada de “voadora” de De Jong em Xabi Alonso. O árbitro inglês preferiu atuar na base da conversa ao invés de expulsar um jogador de uma das duas equipes. Tanto que o cartão vermelho de Heitinga, que havia cometido falta dura em Villa quando recebeu o amarelo, só foi sair no segundo tempo da prorrogação.

Os comandados de Vicente del Bosque, que há dois anos encantaram o mundo no título da Eurocopa, voltaram a cativar e fazer história. Tida por diversas vezes como grande seleção nas previsões antes dos Mundiais, os espanhóis acabavam decepcionando na hora H e ficaram com fama de “amarelões”. Desta vez, a situação mudou. Chegaram pela primeira vez a uma semifinal de Copa, depois à primeira decisão e agora ao inédito título. Além de terem alcançado uma marca histórica para o país, os espanhóis se tornaram a primeira seleção europeia a conquistar um título mundial fora do seu continente.

Foi a premiação para uma equipe de toques rápidos e envolventes, com um belo entrosamento e que tem jogadores de muito talento como Xavi, Iniesta e Villa. Apesar de um tropeço na primeira partida contra a Suíça, os espanhóis deram a volta por cima durante o Mundial, deixando para trás adversários como Portugal e Holanda. Se há um ano, os espanhóis saíram da África como grande decepção da Copa das Confederações, hoje dão a volta por cima agraciados com a taça.

Primeiro tempo

As duas equipes vieram com força máxima, sem surpresas em suas escalações. Os holandeses mandaram a campo um time numerado de 1 a 11, com o tradicional quarteto ofensivo de Robben, Sneijder, Kuyt e Van Persie; do outro lado, Vicente del Bosque manteve Fernando Torres no banco, escalando Pedro e Iniesta abertos para apoiar David Villa no comando de ataque.

Como de costume, a Espanha tomou o controle do jogo nos primeiros minutos, mantendo a posse de bola e trocando passes. A primeira chegada de perigo também foi espanhola: aos 4min, Xavi ergueu na área em cobrança de falta e Sergio Ramos cabeceou com violência, para excelente defesa do goleiro Stekelenburg. Com 7min, Busquets deu um susto na torcida ao errar passe displicente na intermediária, mas o chute de fora da área de Kuyt não foi problema para Casillas.

Os comandados de Del Bosque seguiram mandando na partida e, aos 10min, Sergio Ramos driblou Kuyt pela direita e bateu cruzado; a bola bateu em Heitinga e foi para escanteio. Na cobrança, a jogada sobrou para Villa na esquerda da área e o artilheiro bateu de primeira, mas acertou a rede pelo lado de fora.

A Holanda não conseguia sair para o jogo e só foi ameaçar aos 17min, na bola parada. Sneijder bateu falta de muito longe direto para o gol, mas Casillas segurou firme. Aos poucos, o time laranja acertou a marcação no meio e a partida ficou truncada, com muitas faltas e poucas chegadas à frente. Em um intervalo de 13 minutos, o árbitro Howard Webb distribuiu cinco cartões amarelos – porém, a solada de De Jong no peito de Xabi Alonso aos 28min merecia o vermelho.

Aos 33min, um lance inusitado: De Jong foi devolver a bola para a Espanha com um lançamento longo e quase encobriu Casillas, que foi obrigado a espalmar para escanteio. Na cobrança, Van Persie manteve o fair play e tocou para o goleiro espanhol. Quatro minutos depois, a Holanda protagonizou outro momento pitoresco com uma furada de Mathijsen no ataque.

Os espanhóis finalmente voltaram a finalizar aos 38min, com Pedro, que arrancou pelo meio e arriscou de longe, para fora. Com 42min, foi a vez de Xabi Alonso soltar a bomba em cobrança de falta e novamente errar o alvo. A Holanda voltou a assustar no fim do primeiro tempo em chute de Robben, mas Casillas garantiu o 0 a 0 antes do intervalo.

Segundo tempo

Logo aos 2min da segunda etapa, Capdevila teve a chance de colocar a Espanha na frente, mas retribuiu a furada de Mathijsen no primeiro tempo ao errar a bola na pequena área após cobrança de escanteio. A Holanda respondeu aos 6min, em novo chute de fora da área de Robben, que parou em Casillas outra vez.

A grande chance da Holanda, que mais batia que jogava, caiu nos pés de Robben aos 16min. Sneijder descolou excelente passe para o camisa 11, que saiu na cara do gol, mas Casillas desviou com o pé o chute do atacante, mandando para escanteio. O jogo ficou mais aberto, com as duas equipes saindo em busca do gol da vitória.

A Espanha respondeu na mesma moeda aos 24min. Jesús Navas cruzou rasteiro da direita, a bola passou pela zaga e sobrou limpa para Villa no bico da pequena área; porém, o chute do artilheiro espanhol foi bloqueado de forma heroica por um carrinho de Heitinga. Villa parecia com a pontaria descalibrada, e teve outro chute travado aos 31min. Na cobrança de escanteio na sequência, Sergio Ramos apareceu sozinho para cabecear, mas mandou por cima do travessão.

Robben teve uma segunda chance de abrir o placar aos 37min ao ganhar na velocidade de Puyol e entrar na área, mas novamente foi abafado por Casillas, que saiu bem e ficou com a bola. Foi a última oportunidade clara de gol no tempo normal, e a partida se encaminhou sem gols para a sexta prorrogação da história das finais de Copa do Mundo.

Prorrogação

Os goleiros iam se transformando nos melhores em campo na decisão. Aos 4min, Iniesta deixou Fàbregas na cara do gol, mas o meio-campista do Arsenal bateu de pé esquerdo em cima de Stekelenburg, perdendo grande chance. No minuto seguinte, a Holanda quase balançou as redes em cabeçada de Mathijsen após escanteio, mas o zagueiro desviou para fora.

A Espanha parecia não querer o gol. Com 8min, Iniesta recebeu bola em profundidade de Fàbregas, invadiu a área, hesitou demais para concluir a jogada e acabou desarmado. Dois minutos depois, Navas chutou forte da direita, a bola desviou em Van Bronckhorst e saiu para escanteio. Aos 13min, Fàbregas arrancou pelo meio e chutou para fora da entrada da área.

No intervalo da prorrogação, Del Bosque sacou Villa para a entrada de Fernando Torres, autor do gol do título da Euro 2008. Aos 4min, finalmente a primeira expulsão do jogo: Heitinga derrubou Iniesta na entrada da área e levou o segundo cartão amarelo. Na cobrança da falta, Xavi bateu por cima da meta. Sneijder respondeu aos 9min, também em chute forte na bola parada, mas a bola desviou na barreira e saiu.

Com 11min, veio o gol salvador. Fàbregas tocou para Iniesta na direita da área e o jogador do Barcelona, que tanto hesitou em chutar durante a partida, encheu o pé para estufar as redes de Stekelenburg. Os holandeses reclamaram muito de impedimento, mas a posição do atleta era legal.

FICHA TÉCNICA

Holanda 0 x 1 Espanha

Gol
Espanha: Iniesta, aos 11min do 2º tempo da prorrogação

Ponto Forte da Holanda
Muita velocidade nos contra-ataques, principalmente com Robben, que deu muito trabalho à defesa espanhola

Ponto Forte da Espanha
Passes precisos no meio de campo, com muita movimentação de Xavi e Iniesta

Ponto Fraco da Holanda
Novamente deixou Van Persie isolado no ataque brigando com toda a zaga

Ponto Fraco da Espanha
Não teve o domínio do jogo como está acostumado, principalmente no segundo tempo

Personagem do jogo
Iniesta, que marcou o gol histórico do título espanhol

Lance polêmico
De Jong deu entrada violenta com a sola no peito de Xabi Alonso aos 28min do primeiro tempo, mas recebeu apenas cartão amarelo

Lance bizarro
De Jong tentou devolver a bola para a Espanha aos 33min do primeiro tempo e quase encobriu Casillas, que teve que espalmar para escanteio

Esquema Tático da Holanda
4-2-3-1
Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst (Braafheid); Van Bommel e De Jong (Van der Vaart); Robben, Sneijder e Kuyt (Elia); Van Persie. Técnico: Bert van Marwijk

Esquema Tático da Espanha
4-2-3-1
Casillas; Sergio Ramos, Piqué, Puyol e Cadpevila; Busquets e Xabi Alonso (Fàbregas); Pedro (Jesús Navas), Xavi e Iniesta; David Villa (Fernando Torres). Técnico: Vicente del Bosque

Cartões amarelos
Holanda: Van Persie, Van Bommel, De Jong, Van Bronckhorst, Heitinga, Robben, Van der Wiel e Mathijsen
Espanha: Puyol, Sergio Ramos, Capdevila, Iniesta e Xavi

Cartão vermelho
Holanda: Heitinga

Árbitro
Howard Webb (ING)

Local
Estádio Soccer City, Johannesburgo

Fonte :terra

Presidente do Palmeiras participa do “Roda Viva” desta segunda

O economista e presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, é entrevistado no “Roda Viva”, da TV Cultura, ao vivo, nesta segunda-feira (12). O programa, apresentado por Heródoto Barbeiro, tem transmissão simultânea pela web, no site www.tvcultura.com.br/rodaviva


Foto: Divulgação

Belluzzo deve falar, entre outros temas, sobre a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari para dirigir o time do Palestra Itália e a possibilidade de dividi-lo com a Seleção Brasileira.

A bancada de entrevistadores será formada por Sônia Racy (colunista do jornal O Estado de S. Paulo), Ricardo Noblat (colunista político do jornal O Globo e titular do Blog do Noblat), Benjamin Back (colunista do jornal Lance! e apresentador do programa Estádio 97, da Rádio Energia 97) e Xico Sá (jornalista e escritor, comentarista do programa Cartão Verde, da TV Cultura, e cronista de futebol do jornal Folha de S. Paulo).

O “Roda Viva” vai ao ar a partir das 22h, ao vivo, na TV Cultura.

NaTelinha

Com o fim da Copa, emissoras preparam mudanças em seus departamentos esportivos

A Copa do Mundo chega ao fim neste domingo (11) e as emissoras brasileiras já se preparam para uma espécie de “dança das cadeiras” entre seus profissionais. A primeira mudança deverá ser a saída de Paulo Roberto Falcão do time de comentaristas da TV Globo.

Segundo o jornal Extra, a decisão já é dada como certa nos bastidores da emissora. Em junho, foi divulgado na imprensa que o comentarista estaria ingressando na carreira de dirigente esportivo e assumiria o cargo de diretor de futebol do Internacional.

Já o SporTV poderá sofrer uma baixa em sua equipe titular de locutores. Milton Leite recebeu proposta da Record e negocia sua possível transferência. Outro nome cotado na emissora da Barra Funda é o de Nivaldo Prieto, atualmente na Band. A Record pretende anunciar nos próximos meses vários reforços para sua equipe esportiva, que irá transmitir com exclusividade em TV aberta os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.

Na RedeTV!, o apresentador Fernando Vanucci perderá espaço na programação. O “Bola na Rede” será extinto e o jornalista ganhará um quadro no novo debate esportivo do canal, que será comandado por Paloma Tocci e contará apenas com mulheres em sua bancada.

NaTelinha

Holanda e Espanha invertem tendências por título inédito da Copa

Na Holanda, muita técnica. Na Espanha, raça de sobra. Essas tendências históricas das equipes finalistas da Copa do Mundo da África do Sul não resultaram em títulos mundiais até agora, de forma que as seleções entrarão em campo na decisão deste domingo (11), às 15h30 (horário de Brasília), em Johannesburgo, com os papéis invertidos: enquanto a Holanda é um time incansável e aplicado taticamente, a Espanha carrega o toque de bola mais bonito da competição.

Pela primeira vez desde 1978, a Copa do Mundo terá um campeão novato. Naquela oportunidade, Argentina e Holanda fizeram a final, e os sul-americanos levaram a melhor. Agora, holandeses ou espanhóis se igualarão a Inglaterra e França, que também possuem apenas um título do Mundial.

A Holanda tem um grande peso em suas costas. O time já foi vice-campeão duas vezes e, se ficar novamente com a segunda colocação, será a primeira seleção com três vices e nenhum título. Atualmente, a antiga Tchecoslováquia e a Hungria também possuem duas derrotas em finais.

Em uma das decepções, em 1974, a Holanda mostrou um futebol revolucionário, chamado de Carrossel Holandês e comandado pelo genial Johan Cruyff. O resultado, no entanto, foi muita tristeza com a vitória da Alemanha Ocidental, por 2 a 1, na decisão.

Em 2010, os holandeses apostam em menos craques históricos e mais em um jogo coletivo e de aplicação tática, organizado pelo técnico Bert van Marwijk e com destaque para o meia Wesley Sneijder e o atacante Arjen Robben. Até agora, a fórmula tem dado certo, pois o time venceu as seis partidas na Copa e pode se igualar às seleções brasileiras de 1970 e 2002, as únicas da história a faturarem o título vencendo todos os confrontos.

Já a Espanha disputa a final pela primeira vez, mas também tem “fantasmas” para temer em Johannesburgo. A seleção é considerada uma das grandes “amarelonas” do futebol mundial, chegando sempre como uma das favoritas mas decepcionando o torcedor. Por isso, o técnico Vicente del Bosque trocou a característica da raça excessiva dos espanhóis pela técnica apurada e o entrosamento.

O toque de bola da equipe é o mais impressionante do Mundial. Jogadores como Xavi, Iniesta e Xabi Alonso fazem a equipe ter grande posse de bola nas partidas. O fato de muitos atletas titulares jogarem em um mesmo clube, o Barcelona, também ajuda.

A Espanha é considerada favorita ao título, devido ao bom futebol e ao título europeu conquistado em 2008. Assim, um resultado negativo seria um desastre para o país, que entre os três maiores centros do futebol mundial é o único que ainda não venceu Copas. A Itália é tetracampeã e a Inglaterra, vencedora em 1966.

Na Holanda, não há dúvidas quanto à escalação, que será a mesma que vem sendo utilizada na Copa: Maarten Stekelenburg, Gregory van der Wiel, John Heitinga, Joris Mathijsen e Giovanni van Bronckhorst; Mark van Bommel, Nigel de Jong, Wesley Sneijder e Dirk Kuyt; Arjen Robben e Robin van Persie.

Já na Espanha há uma ponta de dúvida quanto ao ataque. Em má fase, o astro Fernando Torres ficou no banco na semifinal contra a Alemanha. O jovem Pedro entrou bem em seu lugar, mas um lance de individualismo extremo no final do jogo, quando perdeu a chance de ampliar o placar, deixou Del Bosque revoltadíssimo.

Para a Espanha, o título vale muito. O tenista Rafael Nadal e o jogador de basquete Pau Gasol estarão no estádio. Quem levantará a taça, Iker Casillas ou Giovanni van Bronckhorst?

FICHA TÉCNICA
HOLANDA x ESPANHA

Local: estádio Soccer City, em Johannesburgo
Data: 11/06/2010
Horário: 15h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Darren Cann (Inglaterra) e Michael Mullarkey (Inglaterra)

HOLANDA: Maarten Stekelenburg, Gregory van der Wiel, John Heitinga, Joris Mathijsen e Giovanni van Bronckhorst; Mark van Bommel, Nigel de Jong, Wesley Sneijder e Dirk Kuyt; Arjen Robben e Robin van Persie
Técnico: Bert van Marwijk

ESPANHA: Iker Casillas, Sergio Ramos, Gerard Piqué, Carles Puyol e Joan Capdevila; Sergio Busquets, Xabi Alonso, Andrés Iniesta e Xavi Hernández; David Villa e Pedro Rodríguez (Fernando Torres)
Técnico: Vicente del Bosque

Fonte  r7